Blogger templates

2014年3月15日土曜日

Love always, Charlie

Imagem tirada da página ''Seção Reservada'' do facebook.


2014年3月5日水曜日

Dia 09 – Que livros você está lendo neste momento e por que logo estes?

Olá!

Já faz tempo que eu não posto sobre o meme literário, né? Pois bem, eu quero desenvolver ele durante o ano, pois o dia 31 do meme quero deixar para responder em dezembro! 

Eu vou colocar aqui os livros que eu já comecei a ler ou vou ler(com certeza) daqui a poucos dias ou no máximo um mês.


Instrumentos Mortais: Até agora só li Cidade dos Ossos e Cidade das Cinzas, mas assim que a minha mãe deixar eu comprar o próximo, eu vou ler todo ele(já comecei a ler pela internet, mas como demoro muito, vou ler todo só quando comprar). 


Assassin's Creed: Já comecei a ler o primeiro, Renascença(só não terminei pois novamente estava vendo a primeira temporada de Supenatural, já terminei então vou ler daqui a pouco).


Morte Súbita: E seu eu disser a vocês que eu tenho esse livro faz tempo e só li o começo? Não, eu não odiei. Pelo contrário, eu amei até onde eu li. Entretanto, eu precisava de um pouco mais de tempo para digerir que a Jô não vai mais escrever Harry Potter e admito que entendi que nunca vou ''digerir'' isso. Vou ler Morte Súbita e pronto, um livro que eu creio que seja incrível, de uma autora maravilhosa.



A arte da guerra: Eu estava no supermercado com o meu pai em um dia que eu só tinha saído de casa para fazer exame de sangue e sabe o que eu encontrei em uma pratilheira? Pois é, um livro que eu já ouvido um monte de gente fazer citações e tal. O preço estava acessível e como eu tenho curiosidade com coisas antigas, resolvi comprar. Pelo que eu vi o pessoal falando, é um livro indicado para o pessoal de comunicações e tal, mas sei lá, fiquei curiosa sobre esse livro. Sabe quando você quer ter a sua própria opinião? Então.


Eu adoro essa música!
Gostaria que vocês também pudessem ouvi-lá, então...

Até!

Quase 7 minutos que te fazem refletir

Olá!

Encontrei esse vídeo em um site chamado Social Life: Histórias que valem a pena. Compartilhe.


Muita gente deve ter achado meio irônico a Dove fazendo isso, mas achei válido. Talvez o fato de ter achado tão bonito este vídeo seja por eu ter a autoestima um pouco baixa, como a minha mãe diz, mas acredito que todos entendem o recado e podem achar interessante. É bem óbvio, mas necessário para várias pessoas. 

Observando

Olá!

Já há algum tempo eu venho observando as pessoas, como elas agem, do que elas gostam, qual sua opinião sobre as coisas e quais são seus objetivos. Pois bem, venho questionando o meu modo de ser e viver, mais do que tudo.

Quando eu entro em redes sociais, vejo pessoas exibindo objetos que compraram ou ganharam, mostrando a todos o que fizeram ou deixaram de fazer. Vejo também pessoas opinando sobre tudo, reclamando ou elogiando. Ultimamente, vejo grupos de pessoas reunidas por uma causa, muitas vezes ruim. 

Vejo também pessoas que descontentes com a sua vida monótona, tentam encontrar felicidade em outras coisas, buscam a felicidade em pequenas coisas da vida. Algumas, infelizmente, acham que falar dos outros e criticar tudo é um grande entretenimento.

Não faz tanto tempo, as pessoas não davam tanta bola sobre esse negócio de ''ser fã Wikipedia''. Alias, a facilidade da internet que possibilitou a vinda desses tipos de fãs que tentam, ao máximo, conhecer tudo sobre algo. Agora eu pergunto: porque não podemos só gostar das coisas? Porque temos que acompanhar tudo, saber de tudo, para curtir e falar que gostamos de algo? Porque existem pessoas que dizem que gostam de algo ou são algo, e isso na verdade é mentira? Desde quando até as coisas que gostamos são obrigadas a seguir um padrão? Não podemos só gostar, amar e não querer fingir algo inexistente?

As pessoas postam fotos na internet falando que são feias, mesmo tendo a plena confiança(depois de colocarem maquiagem e uma roupa que elas achem que seja do agrado dos outros ou somente delas) que são lindas e mesmo assim precisam de alguém para dizer: ''Não sei de onde você tirou isso, você é linda''.

Há também aquela pessoa que quer mostrar tudo que tem para ''ostentar'', como muitos brasileiros chamam.  

As pessoas que possuem algum conhecimento as vezes também o usam para menosprezar algumas pessoas, como acredito que todos nós já vimos alguma cena parecida de alguém agindo mal em relação a isso. Já há aquelas que querem ajudar a todos, respondem perguntas e passam o conhecimento adiante.

Sempre há aquelas pessoas raras que mostram as coisas para compartilhar a felicidade que viveram. Dar dicas de onde comprou algum objeto, quanto foi ou aonde foi para outras pessoas desfrutarem dos mesmos momentos felizes.


Todos nós temos, pelo menos um pouco, de necessidade da aprovação das outras pessoas. Mulheres ficam em dúvidas se seus maridos vão gostar do seu novo sapato caro. Algumas passam horas no salão de beleza para se sentirem lindas. Ou, infelizmente, o caso de algumas que fazem o máximo para parecerem ''perfeitas'' para os seus maridos não as traírem, ou para pararam de trair. Garotos que mudam totalmente o visual para se sentirem confiantes na hora de uma festa. 

Diferentemente do trabalho ou da escola, onde você precisa(muitas vezes) vestir certo tipo de roupa ou agir de certa forma, você pode vestir o que quiser, cortar o cabelo do jeito que quiser. Só estou escrevendo isso pois sei que muitas vezes algumas pessoas tem uma certa ideia fincada no cérebro que ''eu tenho que seguir um padrão, o padrão dos meus vizinhos, minha família, meus amigos, etc...''. Você não estará errado se quiser seguir o exemplo de alguém, só mantenha em sua mente que você tem escolhas, escolhas que muitas pessoas não tem.

Saiba que o seu direito acaba quando começa o da outra pessoa, então também saiba que você vive perto de outras pessoas e precisa ter caráter acima de tudo. Tendo caráter, respeitando as pessoas, respeitando as leis, nada impede você de ser quem você é.

Eu sempre faço algumas perguntas para mim mesma: ''Está certo você fazer isso? Isso a deixa feliz? No que isso afeta a sua vida? Não seria melhor pensar um pouca mais sobre isso? A sua ideia está sendo guiada por você ou pelos outros? '' E é claro, também pergunto para mim mesma se essas perguntas são necessárias. Enfim, tenho visto tudo de uma forma diferente. Tenho passado mais tempo fazendo coisas que eu realmente tiro algum aproveito, que me deixam feliz. Acho que isso é um bom começo.

Isso tudo parece complicado? É, eu também acho, por isso estou tentando esclarecer um pouco disso escrevendo aqui. Não estou criticando ninguém, só estou expondo algumas coisas que percebi. Posso estar errada em muitas coisas, mas foi isso que eu vi. 

Vejo muitas pessoas prejudicando a saúde em busca dessa tal ''perfeição'', que alias, tenho que dizer que não existe. Ou talvez sejamos mesmo perfeitos por termos sentimentos, bondade, alegria(falo de pessoas de coração, que fazem o bem). 

Ser humano é errar, e mais do que tudo perdoar, viver, sentir, aprender,acreditar, ter fé, querer fazer o bem. Ser humano é ser imperfeito, é fazer dos nossos defeitos e erros formas de crescer, de querer ser melhor. 

Por estar vivo, cuidar da saúde, se preocupar com a vida e querer ser melhor do que o ontem, creio que já é um ato louvável.

Se fossemos perfeitos, o que nos restaria?




2014年1月25日土曜日

Tudo acontece em Elizabethtown


Olá!

Já há algum tempo eu venho procurando esse filme para baixar, mas infelizmente a maioria(que são poucos, aliás) dos sites que dizem possuir o arquivo para download, são sites extremamente desconfiáveis. Notei que esse filme não fez um grande sucesso(segundo várias fontes)e muitos criticaram a atuação de Orlando Bloom. Pois bem, Orlando não é nem um Robert Downey Jr ou Jonny Depp(estou citando atores aclamados pelo público em geral e que eu concordo, por isso não estou citando nem um ator japonês ou coreano que eu gosto), mas creio que cumpriu seu papel bem. 

Drew(Orlando Bloom) tinha sido um fiasco em seu trabalho e quando, em uma atitude desesperada, iria se matar, a irmã o interrompeu ligando e avisando que seu pai havia morrido.

Acredito que Orlando Bloom não poderia ter feito grandes coisas em relação ao personagem, as pessoas não iriam dizer: ''Oh, ele é tão cativante'' como falaram da personagem interpretada por Claire, que era alegre e engraçada. Para uma pessoa que perdera o emprego graças a um fracasso, estava prestes a se suicidar e ainda recebera a notícia que o pai havia morrido, até que Drew estava bem alegre. Só acho que faltou um pouco mais de emoção em algumas partes, só isso.

Quem chamou bastante atenção nesse filme foi Claire(Kirsten Dunst) que conseguiu realmente ajudar Drew. Ela era a personagem alegre e divertida do filme. Aquela ideia do mapa e tudo mais, renderam cenas bonitas.

Enfim, para quem quer se distrair, olhar um filme que dê algumas lições de vida e tenha partes bonitas, é recomendável que olhe Tudo acontece em Elizabethtown.

Até!



2014年1月23日木曜日

Dia 08 – Que livro/autor já decepcionou você?


Olá!

Ainda no ensino fundamental, na oitava série que eu me lembrei, conheci Nicholas Sparks graças as minhas colegas de turma(estavam todas lendo os livros desse escritor). Eu sempre tento conhecer novos escritores e livros, então pedi para que me emprestassem algum. O primeiro livro que eu li foi A última música. Ok, gostei muito, achei diferente pois nunca tinha lido esse tipo de livro e li rapidamente. Depois li Querido John, e achei bom, só não tão bom quanto o anterior que eu havia lido(principalmente o final). Depois disso, me dediquei a leitura de outros livros e só no ano seguinte, já no primeiro ano, fui procurar algum livro dele na biblioteca. Tinham dois deles(que não estavam retirados) e escolhi A Travessia(mesmo a história não chamando tanto a minha atenção). Peguei o livro mais por achar que seria bom eu ler um livro diferente(mais sentimental nesses sentidos, ou algo assim), não por gostar tanto das histórias. Talvez um sinal que ressalta o fato de não ter gostado do livro, é que eu não lembro quase nada. Só achei muito parecido com os outros livros e os que eu não havia lido(mas já ouvi pessoas falando). Para mim, não acontecia algo que realmente inovasse na história, para mim, era aquele romance de todos os livros. Parei de ler o livro quando ele tinha ido para a segunda parte, que eu lembro, e o livro estava na metade(eu acho). Não tenho certeza de onde parei, só sei que fiquei feliz depois que parei de ler o livro. 

Nicholas Sparks escreve bem, mas os livros que ele escreve não são ''o meu tipo''. Não vou desistir de ler esses livros mais focados no ''romance'' do pessoal, mas os livros do Nicholas há uma grande chance de nunca mais ler. 

Até!

2014年1月21日火曜日

Dia 07 – Qual o autor favorito - aquele que você gostaria de ler a obra completa (se já não o fez)?


Olá! 

Eu realmente gostaria de ler todas as obras de J.R.R. Tolkien, J.K Rowling e Rick Riordan. Em relação as obras de Rowling, só falta o mais novo livro da escritora: O Chamado do Cuco. Para as de Tolkien, faltam alguns livros e Riordan quase a mesma coisa. 
Eu tenho muitos livros para ler e sei que não vou conseguir ler nem a metade de todas as sagas, trilogias, livros técnicos e afins que eu quero até o final das férias. Mas isso já aconteceu ano passado, e eu li muitos dos livros que eu queria nas férias e nas férias do ano que vem vai ser a mesma coisa. Espero que consiga comprar logo todos os livros de Instrumentos Mortais, pois comecei o primeiro e já estou terminando(quando terminar essa portagem vou voltar para a cama e ler o livro) e gostei muito. Jogos Vorazes também está na minha lista para leitura!

Até!


2014年1月16日木曜日

Dia 06 – Qual a obra que determinou sua paixão por livros?


 Olá! 

  O primeiro livro que eu li, sem contar aqueles pequeninos livros sobre contos de fada, foi Harry Potter e a Câmera Secreta, na biblioteca da segunda escola que eu estudei. Se estiverem se perguntando ''por que você começou do segundo da saga?'', bom, o primeiro já estava retirado, eu queria muito ler HP, então já podem imaginar o resto.

  Penso que comecei a ler livros maiores muito tarde, já com onze anos. Desde que a criança aprende a ler, os pais devem comprar livros e incentivar a leitura. Lembro que eu ia em um mercado perto da minha cidade e lá eles vendiam um livro com capa marrom, que tinha um olho e uma ponte com pessoas correndo nela. Nunca prestara atenção no título, mas sempre que ia no tal mercado olhava o livro, anos depois eu fui descobrir que era da saga Percy Jackson, o segundo livro, Mar de Monstros(que agora, já li). Um dia eu também fui em uma banca e tinha um mangá do Naruto(mas eu não sabia que era um mangá), e eu pedi para meus pais comprarem, e eles disseram que eu não conseguiria ler aquele livro, era muito grosso. 

  Eu comecei a ler graças a curiosidade adquirida ao olhar os filmes do Harry Potter, a querer saber mais sobre esse mundo de magia tão encantador. E conseguir os livros para ler só foi possível pois havia uma biblioteca na escola e eu poderia retirar os livros que quisesse. 

  Para quem ainda não leu Harry Potter, eu digo que vocês estão perdendo livros incríveis, que te fazem sonhar como nenhum outro. 


Até!